Romance Moderno
por Fabiane Pereira

06.07.2016

Romance Moderno

Alguns livros nos atraem só pelo título. A gente não precisa conhecer o autor, não precisa ter lido a sinopse nem saber se já há planos de adaptações cinematográficas. O título nos envolve, nos abraça e, pior, fica feito música-chiclete na nossa cabeça. Este é o caso de "Romance Moderno - Uma investigação sobre relacionamentos na era digital", lançado pela Editora Paralela.

 

Faço parte dos 99,9% da população mundial que busca o amor. Esta porcentagem não está no livro por isso estou chutando pra baixo. Todos nós buscamos o amor em algum momento da vida - há pessoas, como eu e minha amiga Paula Gicovate, que nascem com esta missão - por mais cool e independentes que sejamos. Aliás, nada mais moderno do que amar. E o livro fala sobre amor e busca, ou seja... A M E I e recomendo.

 

Eu sempre soube que os sites e aplicativos de relacionamentos eram populares mas até ler "Romance Moderno" não fazia ideia do peso imenso que eles têm hoje quando se busca um parceiro. Tenho vários amigos que conheceram seus namorados/maridos/peguetes através de sites de relacionamentos mas jamais poderia imaginar que um terço das pessoas que se casaram nos Estados Unidos entre 2005 e 2012 se conheceram em salas de bate-papo virtual.

 

O livro traça um perfil bastante amplo dos relacionamentos modernos e como leitora, integrante desta geração cyber, é reconfortante saber que ninguém tem a menor ideia do que está acontecendo. Só se sabe - desde que o mundo é mundo - que quanto mais opções, mais indecisos ficamos. E esta indecisão é completamente compreensível já que em um curtíssimo espaço de tempo, toda a cultura ligada a encontrar alguém e "viver feliz para sempre" mudou radicalmente.

 

Os autores, Aziz Ansari e Eric Klinenberg, passaram dois anos entrevistando especialistas, estudando as novas maneiras de se relacionar e as mudanças de expectativas tanto de homens quanto de mulheres. Eles concluíram que hoje podemos, graças a Deus!, esperar pelo amor verdadeiro mas até a década de 60 isso era um luxo que poucos podiam se dar.

 

Em "Romance Moderno" há dicas - prometo testar todas e num outro texto contar pra vocês - para se sair bem num site de relacionamento. Vejamos algumas:

 

- nunca responda imediatamente a mensagem do outro porque pode parecer que você não tem mais nada pra fazer na vida (hahaha!! já me daria mal)

 

- se tiver escrito para alguém, não mande outra mensagem antes de receber a resposta da primeira (bom lembrar disso quando eu mandar mensagem no whatsapp praquele moço)

 

- a quantidade de texto na mensagem de resposta deve ser similar à da mensagem recebida (lascou!!!)

 

- não cometa erros gramaticais (dica pra vida: nem no real nem no virtual)

 

Antes destas dicas, posso afirmar que jamais sairia com alguém de um site de relacionamento. Faria tudo errado, demonstraria ansiedade - via sms - e ninguém se interessaria por mim. Mas após ler este livro minhas chances aumentaram e, enfim, posso encontrar minha alma gêmea. CLARO que estou brincando afinal na vida real uma alma gêmea é coisa muito difícil de achar mas o livro pode encurtar a distância nesta busca épica pela pessoa ideal.

Tudo a ver com

Romance Moderno no Submarino