O Poder do Afrofunk
por Fernando Schlaepfer

20.09.2016

Afrofunk

Um dia desses tive o prazer de fotografar as manas do Afrofunk – coletivo de tombadoras cariocas que usa a dança pra falar da cultura africana e da mulher.

 

Vão do funk ao dancehall, do samba de roda ao baikoko, com a premissa de acabar com a negação do corpo, descolonizar as ideiais e mostrar que nada disso é profano.

 

O coletivo começou com Sabrina Ginga, Renata Batista e Taísa Machado se unindo em uma companhia de produção artística, com apresentações de dança em eventos e produzindo suas próprias festas, além de manter a oficina de dança com sede na Fundição Progresso e no Tá Na Rua, ambos na Lapa carioca.

 

Produção: Jeanne Yepez
Styling: Rafael Joaquim & Allan Machado
Produção de moda: Daniel Kalleb
Hair: Maia Boitrago
Make: Carla Biriba, Ivana Albernaz e Ton Coff
Assistente de Produção: Camila Costa

 

Afrofunk_a mulher pode

 

 

Afrofunk_2

 

 

Afrofunk_3

 

 

Afrofunk_4

 

 

Afrofunk_5

Tudo a ver com

Moda no Submarino