Engaje-se no bem!
por Fabiane Pereira

24.06.2016

Engaje-se no bem

Verdade seja dita: se tem uma palavra que resuma bem os últimos meses, esta palavra é TRETA.  Nos dias em que não acordo Pollyana, acho que o mundo caminha para conflitos sem solução. A sensação de impotência diante das tragédias, crises e injustiças tem me deixado inerte. E foi num dia desses, daqueles em que a gente se pergunta por que levantou da cama, que recebi um dos convites mais lindos de todos os tempos.

 

Tenho um afilhado de 5 anos que estuda numa ótima escola em Volta Redonda, cidade onde também nasci e cresci. Minha prima, mãe dele, me liga numa noite bissexta e chuvosa perguntando se eu toparia dar uma palestra pra sua turma sobre a importância da música e da leitura no aprendizado infantil. Era um convite da diretora da escola que conhecia meu trabalho através da internet. Antes de responder, claaaaaaaro!, respondo pro Universo, obrigada! nem tudo está perdido.

 

Às vezes, precisamos apenas de alguém que nos empreste os óculos da transformação para nos lembrar que é preciso praticar um novo olhar a cada dia. Por que se apegar àquilo que já não tem solução - ou alguém acha que a corja política já eleita vai se transformar de água podre pra vinho tinto francês?? - quando podemos incentivar novos olhares? Podemos passar conhecimento para pequenos cidadãos que, sim, farão deste país um lugar com mais empatia pros meus netos viverem.

 

Só podemos caminhar na direção daquilo que vemos, daquilo que acreditamos. Só fazem com a gente o que a gente deixa (peguei pesado no clichê. Sorry!) e eu não quero mais jogar a culpa da minha insatisfação pro outro. Se quando chove o Rio alaga, quero buscar alternativas para minimizar este dano. Se a população lê pouco, quero espalhar livros pelas praças, se a obesidade cresce entre as crianças, quero dar um jeito de multiplicar a Bela Gil pelas cidades do país, se o monóxido de carbono está intoxicando nossos pulmões, quero aposentar o carro e só me locomover de bicicleta.

 

É assim, com pequenas (grandes) ações no presente que mudamos o futuro.

Tudo a ver com

Bela Gil no Submarino