Bienal do Livro Rio – Jovens são maioria absoluta
Fabiane Pereira

07.09.2015

Domingão, sol, praia e futebol? Nada disso, a programação de milhares de jovens neste domingo, véspera de feriado, foi bem mais cultural: visitar a XVII Bienal do Livro, que até o dia 13 de setembro ocupa o Riocentro. Nos corredores, estandes e auditórios, crianças e jovens são maioria absoluta - e, confesso, esta imagem faz meu coração se encher de esperança por um futuro melhor para nosso Brasil.

 

Este público já é o principal segmento consumidor de livros no país (vivaaaa!!!), e assim, claro, a maior parte da programação da Bienal está voltada para ele. O estande do Submarino, localizado no Pavilhão Azul, ficou lotado durante todos os bate-papos. A participação intensa do público, com perguntas e informações, só demonstra que o Submarino marcou um gol de placa ao convidar autores que abordam diferentes temas para falar sobre suas publicações e experiências.

 

O primeiro convidado da tarde de domingo foi o escritor popstar Affonso Solano, autor da série "O Espadachim de Carvão" e coordenador do gênero fantasia da editora Leya. Simpático e atencioso com seus leitores, Solano falou sobre sua trajetória profissional, as novas estratégias de marketing para vendas de livros, o crescimento do interesse do público brasileiro pelo gênero e, claro, tirou algumas dúvidas sobre a história que criou e que, a cada dia, atrai mais fãs.

 

Na sequência, conversei com o escritor e assessor de imprensa da Bookstart, Ricardo Mituti. Ele nos contou detalhes da plataforma pioneira em crowdfunding literário, uma alternativa muito bem-sucedida ao tradicional mercado editorial. O autor do livro "Histórias (quase) verídicas" também falou sobre seu processo criativo e a importância de um bom networking para que as campanhas de financiamento coletivo funcionem.

 

No terceiro bate-papo do dia no estande do Submarino, dois respeitados nomes da literatura de terror: Alexandre Callari e César Bravo. Falamos sobre terror clássico, o crescimento do gênero no país, processo criativo e construção de personagens em ambientes tão distantes da realidade do cotidiano. Uma plateia interessada e curiosa acompanhou o papo e encheu os autores de perguntas.

 

Vou lembrá-los, novamente, de que o estande do Submarino está vendendo centenas de títulos com descontos exclusivos, principalmente pelo app. E durante as conversas que rolam diariamente (veja a programação completa aqui), os livros dos entrevistados ganham descontos imperdíveis. Além de acompanhar um bom papo, você ainda pode comprar a obra completa do seu autor preferido e não se preocupar em carregar peso, porque o Submarino entrega direto na sua casa. Molezinha, né?

 

Nesta segunda de feriado nacional, vou receber mais seis entrevistados: Jackson (Connect Qu4tro), Victor Almeida (Geek Freak) e Rafael Ribeiro (Bigode Literário) - os três são booktuber; a premiada escritora Carolina Munhóz; o editor da Bookstart, Bruno Castro; e o escritor Raphael Draccon, o queridinho dos fãs do gênero fantasia.

Tá esperando o quê pra nos visitar?